LX 4

Numa carpintaria abandonada na rua de São Lázaro, por detrás do Hospital de São José, em Lisboa, é possível apreciar e admirar uma instalação da autoria dos cubanos Marco Antonio Castillo Valdés (Camagüey, 1971) e Dagoberto Rodriguez Sánchez (Caibarién, 1969), conhecidos como Los Carpinteros.

A composição artística representa, numa espécie de fotografia tridimensional, o instante imediatamente a seguir a uma explosão no interior de um apartamento. O resultado é surpreendente. Nesse instante fotográfico ficam suspensos no ar pedaços de peças de mobiliário que se desintegrou, cacos de cerâmica que momentos antes haviam sido sanitários, plantas em vaso que teimam em ser verdes, páginas de texto que fugiram da rigidez organizada dos livros que compunham, o caos. Com esta instalação, a Câmara Municipal pretende devolver vida a este edifício abandonado e modernizar aquela zona da cidade criando o Centro de Criação e Artes Contemporâneas da Cidade de Lisboa.

Este projeto fez-me lembrar o Re.Act na Praia da Vitória que conseguiu, durante algum tempo, ser um centro dinamizador de uma linguagem artística a que estamos pouco habituados tornando-se mesmo provocador. Sei que se mudaram para a Academia da Juventude. O que andam a fazer? Não sei. Mas gosrava de ver mais… Fazem falta!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s