“papá, vamos para a nossa casa!”

Depois de umas férias que não queríamos que acabassem nunca, é bom regressar a casa e perceber que nada mudou. Que a tua casa está ali à tua espera, a cheirar a mofo e com a cama por fazer, tal qual a deixaste no dia em que saíste, e que mais logo, quando te fores deitar, estará gelada e húmida e vais arrepender-te cinquenta vezes de não teres ficado num lugar bem quente, seco e com Sol.

Só que depois tens o Jorge e a Amélia, com um sorriso de orelha a orelha, felizes por voltarem para a “nossa casa”, deitados no sofá encostadinhos ao papá e à mamã, com todos os brinquedos espalhados pelo chão, por cima da mesa e por cima de ti e pensas que por muito Sol, descontração e despreocupação, não existe outro lugar no mundo onde te sintas tão bem e tão amado. Estás em casa. Não na TUA casa, mas na NOSSA casa, como diz o Jorge com aquela ingenuidade que só uma criança de dois anos e meio pode ter.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s