vêm aí os independentes!

Step_Out_Of_The_Line_by_julag

O facto de ainda não terem sido divulgados os nomes dos adversários não é justificação para que os candidatos à presidência da Câmara Municipal da Praia da Vitória continuem mergulhados no vazio de ideias e de propostas só preenchido pelas intervenções do presidente do Governo e do ainda presidente da Câmara que, numa estratégia montada para confundir o eleitorado, procura passar a imagem de que nada mudará em outubro. Totalmente falso. Totalmente falacioso. A verdade é que, ganhe quem ganhar as eleições, Roberto Monteiro não será mais o presidente da Câmara da Praia, mesmo que fique por detrás a tentar manipular os cordelinhos. Isto, claro, se o próximo presidente for socialista e se se puser a jeito…

A campanha eleitoral está longe de começar, apesar de as eleições se realizarem precisamente daqui a quatro meses. Se de um lado da barricada, o candidato anunciado se esconde por detrás do seu mentor e padrinho político, aparecendo e cultivando o politicamente correto, do outro lado da contenda eleitoral ficaremos à espera da solução que Duarte Freitas terá na manga, sendo certo que nós aqui nas Lajes não vamos deixar que o César – também temos o nosso César – embarque numa aventura suicida que não foi provocada por ele, embora muita gente do PS e do PSD esteja desejosa por este desfecho. Do lado do PS porque abriria este flanco tão ambicionado possibilitando a reconquista da Junta de Freguesia, do lado do PSD porque seria uma possibilidade de ajuste de contas com Duarte Freitas que tem feito gato-sapato da nossa Praia e dos militantes do partido. Enganam-se os primeiros porque César é um homem de palavra e não vai abandonar a sua freguesia e enganam-se os segundos porque, ao usar César como arma de arremesso, revelam cobardia e incapacidade de enfrentar diretamente o líder. Quem deveria ser o candidato então? Não vou voltar ao tema, até porque já neste espaço manifestei a minha opinião

Claro que este caldinho de aparente ambiente de partido único abre caminho a tudo, até mesmo a uma cavalgada eleitoral por parte do CDS que poderá aproveitar o espaço deixado em aberto pelo PSD, saiba Artur Lima encontrar um candidato com capacidade de capitalizar esses votos, ou a um forte reforço eleitoral por parte do Bloco de Esquerda que conseguirá, com um bom candidato, ir buscar os votos dos descontentes – e são muitos – com a solução Tibério Dinis.

O ideal, nesta situação, seria o aparecimento de uma candidatura independente, verdadeiramente independente, sem apoios partidários de conveniência e tutelares, sem um partido ou uma personalidade que por muito notável que seja possa dizer: “eu é que fiz isto” ou “se não fosse eu eles não tinham capacidade de o fazer, são muito novos…”

Gente com vontade de mudar, existe. Gente com ideias, existe. Gente sem medo, existe. Gente credível, existe. Gente que quer assumir uma candidatura desta natureza, felizmente, também existe. O que é que falta? Falta que esse grupo de pessoas, muitas delas desligadas de qualquer partido político, muitas insatisfeitas com os partidos em que ainda são militantes, outras descrentes do sistema, outras com muito receio do que aí vem, falta que esta gente toda se organize, sem bandeiras, sem as cores tradicionais, e vá para a rua ouvir as pessoas, debater ideias e construir soluções para a Praia que bem necessitada está. Toda essa gente tem emprego, uma carreira, uma vida que não está dependente nem de partidos, nem de cargos partidários. Também aqui é preciso fazer acontecer!

artigo publicado na edição de hoje do Diário Insular.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s