bastilha e testes de paternidade

marie antoinette

Liberdade, igualdade e fraternidade são os ideais da Revolução Francesa que rapidamente foram apropriados pelos movimentos republicanos e que, lentamente, se disseminaram pelo mundo abrindo portas para uma nova ordem mundial mais livre e menos cinzenta.

Desses ideais, destaca-se um que nas últimas décadas tem vindo a ganhar terreno aos restantes, podendo mesmo assumir-se como um movimento religioso com regras bem definidas e alicerçado em pactos de sangue que não raras vezes são precedidos de cirúrgicas transfusões sanguíneas e ações catequéticas eficazes que passam por uma lavagem ao cérebro e à criação de uma dependência, ou a promessa de uma, da qual dificilmente o incauto catecúmeno se liberta. A fraternidade. Como é bonito o amor entre irmãos.

Amanhã é 14 de julho, o dia Nacional de França em que se comemoram os 228 anos da tomada da Bastilha e da libertação dos presos políticos opositores ao Antigo Regime. Os ecos dessa Revolução que ocorreu na longínqua Paris tiveram, décadas depois, reflexo na pacata vida quotidiana da então Villa da Praya que, a 11 de agosto de 1829, foi palco de uma batalha entre irmãos quebrando o vínculo fraterno existente entre Pedro e Miguel levando, anos mais tarde, ao exílio deste.

Amanhã, 14 de julho de 2017, Tibério Dinis, candidato socialista à presidência da Câmara Municipal da Praia da Vitória, faz a apresentação oficial da sua candidatura. Penso que seja só uma coincidência do calendário. Escolheu como pano de fundo a rua de Jesus. Esta coluna de opinião não poderia sentir-se mais lisonjeada. Esperemos, contudo, pelo seu programa e pelas propostas e soluções que o próprio e o Partido Socialista têm a anunciar para o concelho. Os desafios são muitos. E para cada um deles pede-se uma resposta. Não me canso de dizer que a questão demográfica é o maior problema do concelho e que o combate à desertificação e à baixa natalidade é o maior desafio dos próximos elencos camarários. Não é algo que se resolva de um dia para o outro nem tem resultados imediatos e, talvez por isso, não seja uma prioridade. Mas deverá sê-lo. Bem sei que o nosso concelho não é o que está em pior situação, pelo menos no contexto regional, mas também sei que sem gente não chegamos a lado nenhum. Precisamos de soluções para se fixarem pessoas. Podem e devem ser soluções “fora da caixa”, mas realistas e exequíveis. É urgente que se implementem medidas para a revitalização económica do concelho e esqueçam a base das Lajes. Puff.. já foi! Não vale a pena insistir numa utopia que o tempo e as decisões dos outros já levaram, o que não invalida que deveremos tudo fazer para sermos recompensados por todos os estragos e prejuízos causados, sem esquecer que o Governo da República tem aqui um papel determinante, independentemente do partido ou partidos que nos governam a partir de Lisboa. De nada adianta prometerem-se mundos e fundos quando a decisão final nem sequer está nas nossas mãos. De nada adianta andarmos a atirar foguetes para o ar com anúncios de grandes obras, mesmo que importantes e necessárias, quando o nosso papel se resume a dar ideias sem que tenhamos qualquer poder decisório. É pura masturbação. Quanto à paternidade das ditas ideias, deixem-se de tretas e concentrem-se no essencial, o concelho da Praia. E se mais do que um candidato defende o mesmo projeto, tanto melhor, unam esforço e concretizem-no.

Aguardemos então pela tarde de amanhã. Uma coisa será certa, a rua de Jesus, pelo menos durante umas horas, terá gente…

Este texto foi publicado na edição de hoje do Diário Insular e a imagem é do filme Marie Antoinette de Sofia Coppola.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s