mitigação do downsizing

3391

Não sei o que seria da cidade da Praia da Vitória se não tivesse o privilégio de ter à frente do governo dos Açores um executivo que se preocupasse tanto com este município e propusesse para ele tantas soluções arrojadas e fora-da-caixa.

Não estou a ironizar. De facto, desde o anúncio esperado da partida dos norte-americanos, os projetos apresentados têm sido muitos e variados tendo sempre como pano de fundo a importância geoestratégica comercial do porto da Praia e do aeroporto das Lajes. Desta forma, o governo tem demonstrado visão, iniciativa e reconhecimento público das potencialidades da ilha Terceira.

Uma plataforma logística no porto da Praia, um HUB Atlântico internacional no porto da Praia, um terminal de abastecimento de gás natural a navios… no porto da Praia, um cais de Cruzeiros… no porto da Praia, uma zona económica especial… no porto da Praia ou uma ligação aérea direta entre a Terceira e o Porto – não da Praia mas do norte de Portugal – no aeroporto das Lajes.

A “mitigação do downsizing” (em bom politiquês para dar aquele ar de pseudo-entendido em questões de política internacional e que sabe tudo sobre a base dos americanos) fica resolvida. Com estas propostas, nós, praienses, podemos voltar a respirar de alívio. As sementes estão lançadas, agora é só esperar que germinem e que deem frutos. Não podemos é ter pressas. Estas questões são complexas e levam tempo a serem implementadas e a darem resultados. É preciso termos calma, paciência, e, por exemplo, não corrermos o risco de criar uma ligação SATA entre a Terceira e o Porto e depois termos que acabar com ela porque uma companhia privada, que não receberá – digo eu – um único cêntimo de dinheiros públicos, será tudo do seu bolso, nos está a tirar os clientes e a encher os seus aviões. Seria irresponsável. E que jeito dariam aqueles aviões vazios para ir prestar serviço público para outras partes do mundo. A nossa companhia!

Mal posso esperar pela nova dinâmica que, logo logo, terá a baía da Praia. O aumento significativo de novas empresas, maioritariamente tecnológicas, a descida acentuada do desemprego, a aproximar-se do pleno emprego com todas as medidas já implementadas e com a reconversão dos ativos atualmente inscritos no centro de emprego. Com os projetos apresentados pelo governo regional, a Praia sairá rapidamente deste estado de crise profunda em que se encontra só atenuada pelo aumento significativo do turismo que, não só por estes dias, mas sobretudo por estes dias, enche os hotéis e o alojamento local e funciona como o balão de oxigénio desejado.

A “rua de Jesus” da imprensa escrita vai tirar umas férias.

Da próxima terça-feira a dois meses realizam-se as eleições autárquicas. Até à hora em que este artigo é escrito só é conhecido o projeto de um dos candidatos à Câmara da Praia. Certamente, durante esta paragem estival, serão dadas a conhecer as propostas das restantes candidaturas, bem como a composição das respetivas equipas.

Espero, que quando em setembro regressar, os projetos do governo regional para a Praia já tenham saído da esfera virtual e tenham começado a materializar-se. No entretanto, deixemos a discussão da política com os candidatos autárquicos.

No outono voltaremos a ver-nos. Boas férias e venham à Praia. Não há festas como estas!

Artigo publicado na edição de hoje do Diário Insular.

A imagem foi retirada da página da Câmara Municipal da Praia da Vitória.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s