xadrez do PSD Terceira

big1427821246

Entre os que não querem perder lugares, poder e influência e os que, legitimamente, pretendem ocupá-los, as peças do xadrez social-democrata terceirense vão-se posicionando. As eleições para a comissão política de ilha (CPI) estão marcadas para o final do mês de julho, alegadamente na sequência da demissão em bloco da atual estrutura. Desconhecem-se as causas de tal posicionamento. A verdade é que não existe, na atualidade, nenhuma razão aparente para que a CPI não cumpra o mandato até ao fim. Se me dissessem que tinha que ver com os resultados autárquicos, até faria sentido, mas não um ano depois. Dá ar de coisa feita à pressa. “Aqui há gato!” Ainda assim, era possível a CPI manter-se em funções, mesmo que demissionária, e ir a votos juntamente com as concelhias e a eleição do presidente do partido como é, aliás, a prática comum no PPD/PSD. Parece não ser esse o entendimento dos atuais responsáveis políticos do PSD e vai de marcar eleições em pleno verão.

À medida que vão sendo conhecidos nomes que compõem as equipas que vão disputar as eleições, as surpresas são ainda maiores. O “aqui há gato” de suspeição relativamente à marcação da assembleia de ilha eletiva adensa-se e avoluma-se. Não percebo. Não compreendo. Afinal, as pessoas estão com quem? Que razões existirão para que “compagnons de route” de uma vida apareçam em lados opostos da barricada ou se tenham transferido com tanta facilidade? Parece que ainda há um ano, nas autárquicas, tudo corria às mil maravilhas e que toda a gente estava satisfeita com o trabalho de toda a outra gente.

A dinâmica interna dos partidos políticos tem destas coisas. Rodam cadeiras, rodam lugares, rolam cabeças. As pessoas posicionam-se e reposicionam-se à velocidade de um espirro e os militantes assistem incrédulos. Os mesmos que noutros carnavais te vieram dizer o pior que se pode dizer de uma pessoa, são agora amigos inseparáveis e o passado foi o calor do momento.

Apesar do período estival, espera-se uma forte mobilização ou pelo menos uma tentativa de o fazer. Jorge Silva irá apoiar-se na capacidade mobilizadora e capital político dos candidatos às câmaras municipais de Angra e Praia. António Ventura, com a força que lhe foi posta à disposição pelo insólito abaixo-assinado, procurará ganhar mais assinaturas.

Os dados estão lançados. Esperemos agora por conhecer as listas completas. Depois do que já se conhece, dificilmente surpreenderão.

Artigo publicado na edição de hoje do Diário Insular.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s