eu voto a favor!

A minha cidade vive num momento em que as dores de crescimento voltaram ou ainda fazem sentir-se. Não é que seja uma adolescente, antes pelo contrário. Prestes a completar trinta e oito anos de cidade, a Praia atravessa aquele momento em que tem de repensar a vida, definir novos caminhos e arriscar, se essa for a sua vontade, ou deixar-se embalar, navegando à bolina rumo a destinos que não conhece, que não preparou, resultado do empenho e trabalho de outros que não os que aparecem nas fotografias disseminadas até à exaustão nas redes sociais distorcendo a realidade e dando ao munícipe uma perceção daquilo que não se é, mas que se quer a todo o custo parecer-se ser.

O projeto Terceira Tech Island tem sido a face visível de uma nova Praia que procura renascer depois da significativa redução do contingente americano na Base das Lajes com as consequências sobejamente conhecidas e dissecadas. É um projeto ousado, de vanguarda, e que acompanha a tendência de aposta global nas novas tecnologias passando pela formação de ativos na área da programação e na fixação de empresas do setor que absorvam para os seus quadros os jovens e menos jovens saídos dos cursos de código de programação. Se o objetivo era criar emprego, pelo emprego, arrisco dizer que é uma aposta ganha e Sérgio Ávila está de parabéns (nunca, em tempo algum, pensei um dia vir a dizer/escrever uma coisa destas!). Oferece-se formação às pessoas e arranja-se-lhes emprego. Perfeito! A que custo? Não se sabe. Apesar disso, este é um daqueles investimentos que, só pelos postos trabalho criados, valem a pena.

No entanto, o sucesso desta iniciativa do Governo Regional, apesar da sua apropriação por parte do Município, esbarra na incapacidade deste último conseguir integrá-lo na realidade Praia da Vitória. São dois mundos distintos que só se cruzam à mesa do café ou do almoço. A cidade ainda não fez seu o projeto Terceira Tech Island e considera-o algo distante que nada tem que ver consigo. Seria já tempo da autarquia começar a criar condições para que as duas cidades se misturem e se conheçam, algo que tem de ser feito na rua, no dia-a-dia, no mundo real, numa feira, quem sabe…

A treze de setembro do ano de dois mil e dezoito, num artigo de opinião que publiquei nesta coluna, a propósito do sucesso da Academia de Código instalada na Praia da Vitória, sugeri que se poderia criar uma Academia de Código para Crianças por achar que as linguagens de programação constituem, constituirão, uma ferramenta de trabalho fundamental  no seu futuro. Se assim é, porque não começar-se a proporcionar o seu ensino desde cedo tal como acontece com o inglês? Foi esta a ideia que serviu de mote para a escrita dessa crónica no final do verão do ano passado. Por isso, foi com agrado que li a notícia da criação do projeto “ateliê de código” anunciado por Vasco Cordeiro para arrancar já no próximo ano letivo nas escolas da Região. É uma boa iniciativa. É uma boa aposta. Pena é que não se tenha o mesmo empenho em outras áreas do conhecimento… Bom, vamos então aguardar por setembro.

Estou a escrever esta crónica e a imaginar o que os meus leitores habituais estarão a pensar. “O gajo está-se a passar! A falar bem do Governo!?” Não, não me passei e estou em posse de todas as minhas faculdades. Se concordo, porque razão não hei de dizer que concordo? Se apoio, que motivo haverá para que não o possa manifestar abertamente? Garanto-vos que não me caiu nada enquanto escrevia. Custou um pedacinho, mas consegui aguentar-me. Se é bom para a Praia, é bom para nós todos. E se é bom para nós todos, eu voto a favor!

2 pensamentos sobre “eu voto a favor!

  1. Atenção que a Academia do Código já funcionou (com outro nome) este ano a título experimental para os alunos do primeiro ano da FOC.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s