não vale desistir da Praia

É comum ouvirmos dizer que já não vale a pena, que já não há solução e que a Praia tem aquilo que merece. Que está tudo mal, falta gente, o comércio é uma desgraça e desta maneira não vamos a lado nenhum.

A Praia é o que é. Tem as pessoas que tem, com a forma de pensar que pensam e com os hábitos que foram adquirindo à medida que cresceram. Uns mais urbanos, outros mais rurais, uns com menos dinheiro, outros com mais, uns com bom gosto, outros nem tanto, uns mais eruditos, outros mais populares. Não vale a pena chorar sobre isto. É o que temos! É a Praia!

Quando olhamos à volta é fácil encontrar alguma coisas para criticar ou falar mal. É sempre fácil, não só na Praia, mas também noutro lugar qualquer. Isto não quer dizer que não se critique o que houver para criticar, nem se diga o que tem de ser dito. Quanto mais não seja para que se corrijam os erros cometidos ou chamar a atenção para as coisas que mais ninguém deu por isso. Se gostamos da Praia como dizemos que gostamos, essa não é mais do que a nossa obrigação.

Nem só de coisas más se faz esta cidade. Se assim fosse, já nos tínhamos posto a andar daqui para fora há muito tempo. Os praienses não são masoquistas. É verdade que por vezes apetece pegar e andar e desistir de tudo. Deixar que os outros se ralem e ficarmos só nos cantos a dizer mal sem dar uma única ideia ou apresentar uma alternativa. É mais fácil.

Será esse o caminho? Será isso que fazemos com as nossas vidas e os nossos projetos individuais? Claro que não. Claro que na nossa vida não deixamos que sejam os outros a decidir por nós, a resolver os nossos problemas pessoais, mesmo que em cima de uma asneira juntemos outra.

Queiramos ou não, se escolhemos por aqui viver, aqui criar os nossos filhos, aqui concretizarmos os nossos sonhos, a Praia faz parte da nossa vida, faz parte de nós, é um projeto de cada um de nós. E se assim é, vamos pensar mais nela, vamos encontrar soluções para o seu presente e desenvolver projetos para o seu futuro.

Neste período de verão, a aproximarem-se as festas, vamos aproveitar para olhar para a Praia positiva, a Praia da baía, das coisas simples e das caras conhecidas a cada rua. A Praia que gosta de Sol, de festas e de um churrasco em casa de um amigo. Vamos olhar para a Praia que nos fez escolher ser parte dela e que a transformou num pedaço de nós próprios.

Haverá sempre um caminho e somos nós, cada um de nós, com a nossa criatividade, iniciativa e força de vontade que temos de a ajudar a encontrá-lo. Por isso, não vale desistir.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s