Uma rua vestida de látex.

Sempre entendi que o projeto Terceira Tech Island (TTI) seria uma excelente oportunidade para a Praia da Vitória. Cria emprego (particularmente jovem), garante diferenciação económica do concelho no contexto regional, capta para a ilha empresas do sector digital e possibilita a ocupação de espaços devolutos do centro da cidade. É certo que tudo isto é fortemente subsidiado e comparticipado pelos dinheiros públicos, mas o facto de criar emprego é por si só um bom justificativo.

Contudo, a bondade da medida pode trazer consigo – e já se viu que traz – efeitos perversos. Para além dos espaços comerciais que fecham a fim de lá se instalarem as empresas e das montras da rua de Jesus ficarem forradas a plástico colorido, verifica-se um aumento acentuado das rendas, já que é muito mais apetecível receber uma renda alta, ainda por cima certinha e paga pelo governo através do município. Obviamente que não se condenam os senhorios. Tolos seriam se o não fizessem. Pena tenho eu de não ter meia dúzia de casas na rua de Jesus para fazer o mesmo.

Aliás, este é o mesmo problema que existe com o arrendamento aos americanos que regressou em força e, novamente, inflacionou as rendas para habitação em lugares como a Praia ou o Porto Martins. Ou ainda, o chamado “investimento externo” que transformaram o mercado imobiliário local em mercado de luxo onde os preços de terrenos e edifícios, principalmente antigos que acabam demolidos, se tornam inacessíveis aos potenciais investidores locais. Escusado será dizer que, maioritariamente, estes são investimentos sem retorno, sem criação de emprego e diretamente concorrenciais com os já existentes em matéria de captação de inquilinos munidos de dólares. O mercado é livre, bem sei e concordo, mas este é patrocinado e subsidiado, sendo que é o governo e a autarquia a atraírem quem vem competir com os locais, sem que haja a preocupação do investimento ser em indústria ou outra qualquer atividade produtiva e criadora de emprego.

Aí, parece que o projeto falhou. O centro da cidade ficou transformado num lugar sem qualquer atratividade para os visitantes, sejam eles de cá, de lá ou de outro lado qualquer.

Acusam-me de ter uma fixação pela rua de Jesus, acrescentando que, para mim, não existe Praia da Vitória para além da sua artéria principal. Bem sei que a cidade não começa no largo da Luz e não termina na Praça Francisco Ornelas da Câmara. São muitas as empresas que, de maior ou menor dimensão, estão espalhadas pelas ruas secundárias e outras redondezas. Ainda bem que assim é.

A verdade é que, correndo o risco de me repetir, insisto nesta tecla: é preciso definir o modelo de desenvolvimento e dinamização do centro histórico da Praia. Não é só uma questão de ocupar espaços. Não é só uma questão de atirar dinheiro para cima dos problemas. Não é só uma questão de criar um plano de apoio financeiro por muito bom que possa ser.

É competência da autarquia definir como quer que a sua cidade se desenvolva, em que moldes, com que tipo de ocupação. Poderia estabelecer regras. Definir limites. Um exemplo seria não permitir colocar “tapumes” nas montras. Se existem regras específicas e taxas para reclames luminosos, publicidade ou mesmo para as cores dos edifícios, porque não existem regras para este tipo de intervenção que, a meu ver, é de fraco gosto e contrário à nossa cultura e ordenamento estético?

O Terceira Tech Island é uma oportunidade que a Praia não pode perder, mas não a todo o custo. Existem alternativas e é possível preservar a nossa identidade. Que centro histórico queremos? Se é que queremos um centro histórico?

Nota: a imagem ilustra uma proposta por mim apresentada no âmbito da conferência “Pensar a Cidade do Futuro”, promovida pela Câmara Municipal da Praia da Vitória em maio de 2018, onde se discutia “Reabilitação dos Espaços Públicos”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s