Hoje o texto não é meu II

Em dezembro de 2019, longe estávamos nós de prever o que o ano de 2020 nos reservaria, a Lorena veio ter comigo pedindo-me que, por ela, escrevesse um texto de agradecimento à equipa que a acompanhou durante os tratamentos a que fora submetida no tratamento de um cancro. Na altura, fiquei sem saber o que fazer, acabando eu por publicar o texto tal qual o que ela redigira em jeito de rascunho. Só assim era possível transmitir a emoção e o sentimento de quem havia passado pela dolorosa experiência. Queria escrever este agradecimento porque, raramente, se veem as pessoas falarem daquilo que corre bem e que, neste caso, queria que toda a gente ficasse a saber o quão bem foi tratada e o quanto se sentia feliz.

Na passada sexta-feira encontrei a Lorena, o que não é difícil pois mora mesmo aqui ao lado. Disse-me que iria precisar novamente da minha ajuda se o serviço de radioterapia da Terceira entrasse em funcionamento. Respondi-lhe que seria inaugurado já na segunda-feira. “Primeiro, quero ter a certeza de que abriu mesmo.” Abriu! E ontem, terça-feira, a Lorena veio ter comigo com um pequeno texto que passarei a transcrever: 

“Mais uma vez, e com muito agrado, venho exprimir o meu agradecimento à inauguração da Radioncologia no HSEIT (Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira). Passaram tantos anos, foram muitos adiamentos e recuos, muitas opiniões, alguns pareceres, questões políticas, valores de negócios, etc., mas há sempre quem por bem tenha atitude e vontade para mudar e avançar. E ainda bem, pois isso vem beneficiar todos os doentes oncológicos que, como eu, tiveram que se ausentar para São Miguel, para a clínica Joaquim Chaves, onde fui tratada por uma equipa de excelência, fazendo um tratamento diário de alguns minutos, mas que nos faz sair do nosso lar numa altura em que estamos muito vulneráveis a nível físico e emocional, estando o equipamento na ilha Terceira desde 2016.

Finalmente inaugurada, só tenho a agradecer a todos que o tornaram possível, muito sucesso à equipa Joaquim Chaves, um bem hajam, com muita saúde e nunca se esqueçam de agradecer por tudo de bom nesta vida.

Mantenham-se felizes e não se esqueçam que é muito mais fácil elogiar do que reclamar.

Obrigada,

Maria Lorena Melo Marques”

No dia em que passou por aqui, acabámos por ficar à conversa um bom pedaço de tempo. Ambos falamos pelos cotovelos e gostamos disso. Um bálsamo de boa disposição, uma vontade de viver incrível e uma injeção de otimismo dada numa só dose, foi tudo quanto absorvi dos minutos em que trocámos palavras. Agradeço-lhe por isso.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s